SEEWHI

Energia Solar Activada para o Mundo por Imagens de Alta Resolução

A terceira geração de células solares está à nossa porta. Sejam células solares fotovoltaicas orgânicas (OPV), quantum dot ou perovskite, todas as tecnologias de terceira geração prometem células mais finas com maior eficiência energética – a um preço mais baixo. Mas há um sério obstáculo no caminho para a comercialização: As células de terceira geração são tão finas e complexas que, quando são totalmente fabricadas, já não temos tanta certeza de como estão estruturadas.

Veja-se, por exemplo, as células solares orgânicas. Consistem em elementos leves com pequenas variações na densidade. O estudo da nanoestrutura destes elementos requer uma técnica que proporcione algum contraste entre diferentes irregularidades microestruturais à nanoescala. Embora isto seja fundamental para correlacionar o desempenho fotovoltaico com as condições de processamento, era quase impossível de conseguir antes da SEEWHI.

O projecto visa estabelecer a nanoestrutura real com imagens de raios X, e correlacionar estas estruturas com modelos de desempenho fotovoltaico e dinâmica molecular. Isto permite determinar a relação entre os parâmetros de processamento e a estrutura resultante. A esperança é de conseguir fornecer um roteiro que permita aos experimentadores contornar anos de tentativa e erro e descobrir oportunidades ignoradas. Eventualmente, isto pode levar a um grande avanço, não só para as células solares orgânicas, mas para muitas tecnologias que dependem da auto-organização da estrutura desde a atómica até à mesoescala. Fonte: Frontier research for the Green Deal: Driving forward Europe’s climate ambitions through innovation and transformation | H2020 | Results Pack | CORDIS | Comissão Europeia (europa.eu).