David João Horta Lopes

David João Horta Lopes é Licenciado em Produção Agrícola pela Universidade dos Açores Departamento de Ciências Agrárias, Mestrado em Proteção Integrada, e Doutorado em Ciências Agrárias, especialidade Proteção de Plantas.
Presentemente é coordenador da área de Proteção de Plantas do Departamento de Ciências Agrárias da Faculdade de Ciências Agrárias e Ambiente, envolvendo a coordenação das unidades curriculares de Proteção de Plantas e Proteção Integrada e no mestrado em engenharia agronómica da U.C. de Produção Integrada em Agricultura. Foi Autor e editor de 10 publicações técnico científicas (livros sobre problemas fitossanitários de diversas culturas: citrinos, banana, macieiras, próteas e folhas divulgativas) e é Coordenador na Universidade dos Açores de 10 projetos internacionais da iniciativa INTERREG II_B e MAC (Interfruta , Interfruta II, Germobanco II, Agricomac, Biomusa, Cabmedmac, PervemacII etc.) e 4 Nacionais.

Entrevista

Explica da forma mais simples possível a tua especialização/investigação.
– A minha especialização é em proteção das culturas ou seja estudo de formas de limitar e
combater organismos nocivos às culturas
Porque é que decidiste ser um investigador?
– Decidi ser investigador para procurar soluções para problemas reais que afetam os
agricultores
Foi dificil estudar ciências na Madeira/Açores/Canárias?
– Não, apenas alguma limitação na frequencia de congreso e foruns deci~encia na europa
por restarmos longe desses centros.
Qual é a parte favorita do teu trabalho?
– Trabalho de campo
Que conselhos podes dar aos futuros investigadores?
– Que se dediquem de corpo e alma aquilo que gostam e com ese gosto ultrapassem e
lutem por aquilo que pretendem fazer a convição e o esforço são extremanete
importantes nest mundo competitivo de hoje e estudem muito mesmo para se manterem
sempre atualizados.